SIMULADO II

Perguntas de Hanseníase

1-Entre os principais aspectos da hanseníase virchowiana temos:

a-lesões em placa, eritematosas, com bordas bem delimitadas e, às vezes, acometimento de vários troncos nervosos

b-lesões infiltradas, com bordas mal delimitadas, baciloscopia positiva em quase 50% dos casos e, na maioria dos paciente, tendência a não responder bem ao tratamento

c-lesões infiltradas, eritematosas, acometendo extensas áreas do tegumento e na fase inicial da infiltração, quase sempre com baciloscopia negativa

d-lesões infiltradas, eritematosas, bordas mal delimitadas na maioria dos casos, com baciloscopia sempre positiva e boa resposta ao tratamento

e-lesões eritêmato-hipocrômicas, com bordas bem delimitadas, baciloscopia quase sempre positiva e, na maioria dos casos com longa evolução, "facies leonina"

2-Pacientes com hanseníase apresentando lesão única, pode ser utilizado esquema terapêutico com dose única. Neste tratamento são empregadas as seguintes drogas:

a-rifampicina, dapsona e minociclina                b-clofazimina, ofloxacina

c-ofloxacina, rifampicina e protionamida           d-ofloxacina, rifampicina e minociclina

e-ofloxacina, rifampicina, minociclina e clofazimina

3-Nos pacientes com hanseníase borderline-virchowiana e escrofuloderma será importante:

a-tratar a tuberculose e depois a hanseníase

b-substituir a rifampicina pela ofloxacina e tratar o escrofuloderma com as medicações habitualmente recomendadas

c-não modificar os esquemas terapêuticos das duas enfermidades; os tratamentos são realizados simultaneamente

d-tratar a hanseníase e depois o escrofuloderma, face às graves lesões nervosas que a hansenía se BV pode apresentar

e-utilizar o esquema multidroga durante o período mínimo de 4 anos, pois têm sido freqüentes os problemas de interação medicamentosa observados durante a terapêutica das 2 enfermidades

4-Para o tratamento correto da hanseníase virchowiana, segundo as normas do Ministério da Saúde, devemos sempre realizar:

a-baciloscopia e índice baciloscópico

b-exame anatomopatológico

c-baciloscopia (o índice baciloscópico não é necessário) somente para fins de diagnóstico, não sendo necessário repeti-la durante e ao final do tratamento

d-exame anatomopatológico e baciloscopia (sempre com índice baciloscópico)

e-realização da baciloscopia (o índice baciloscópico não é necessário) antes, durante e ao final do tratamento

5-Nos pacientes virchowianos que apresentem sorologia positiva para o HIV, o tratamento:

a-deverá ser feito por tempo indeterminado;

b-deverá ser feito, no mínimo, durante 10 anos;

c-será feito durante 1 ano, e o paciente terá alta;

d-deverá acrescentar outros antibióticos para evitar-se a possibilidade de recidiva;

e-estará na dependência da carga viral.

6-No tratamento da hanseníase BB:

a-a duração do tratamento será de 1 ano, mesmo que a baciloscopia seja positiva ao final do tto;

b-a duração do tratamento será de 3 a 5 anos;

c-o tratamento deverá ser realizado até a negativação completa da baciloscopia;

d-a reação de Mitsuda será fundamental para o tempo de tratamento;

e-6 meses de tratamento é suficiente para a cura.

7-Entre os principais efeitos colaterais da talidomida, temos:

a-ileite, amiotrofias e metemoglobinemia;

b-distúrbios neurais periféricos, efeitos teratogênicos e constipação intestinal;

c-lesões neurais permanentes, lesões musculares e comprometimento oftalmológico;

d-lesões neurais, somente após doses altas (acima de 20g), e sonolência;

e-edema dos membros inferiores, lesões oftalmológicas (de retina), efeitos teratogênicos e quadros epilépticos.

8-Bacilos inoculados em camundongos protegidos pela sulfona e que apresentaram multiplicação logarítmica foram provenientes mais provavelmente de hanseníase:

a-de Lúcio e Alvarado;         b-históide;       c-dimorfa;

d-tuberculóide em reação;                           e-nodular da infância.

9-O eritema necrotizante é encontrado em qual forma clínica da hanseníase?

a-Hanseníase históide                                            b-Hanseníase tuberculóide

c-Hanseníase dimorfo-tuberculóide

d-Hanseníase tuberculóide nodular da infância      e-Hanseníase de Lúcio-Alvorado-Latapi 

10-Qual a conseqüência da paralisia do nervo fibular comum nos hansenianos?

a-Pé caído (pied tombant)                                 b-Paralisia do quinto pododáctilo

c-Incapacidade de estender os pododáctilos

d-Incapacidade de flexão dos pododáctilos       e-Dedos "em martelo"

11-Qual a conseqüência da paralisia do nervo tibial posterior nos hansenianos?

a-lesão ulcerada                b-mal perfurante plantar         c-pododáctilos em garra 

d-somente b e c                                                                e-a, b e c

12-Assinale a afirmativa falsa sobre Reações de Hipersensibilidade:   

a-O tipo 1 é mais comum na Forma T

b-O tipo 2 é mais comum na forma L  

c-O tipo 1 deve ser tratado preferencialmente com Talidomida           

d-O tipo 2 ocorre por aumento da atividade dos linfócitos B  

e-Essas reações estão muito relacionadas ao tratamento da Hanseníase

 

13-Mulher, 34 anos, em uso crônico de Anticoncepcional por via oral, investigando eritema nodoso, com os seguintes resultados: PPD (+), ASLO elevada, Mitsuda (+). descarta-se:

a-tuberculose                     b-estreptococcias               c-reação cutânea ao ACO

d-hanseníase                      e-sarcoidose

 

14-O maior número de brasileiros com intradermorreação de Mitsuda positiva se encontra em:

a-Hanseníase Indeterminada        b-Hanseníase Virchoviana

c-Hanseníase Tuberculóide          d-Hanseníase Dimorfa            e-Não hansenianos

 

15-Mulher, 37 anos, no quarto mês de tratamento, com Hanseníase Virchoviana com eritema nodoso há três dias. A melhor conduta é:

a-Suspender tratamento, reação alérgica à clofazimina

b-Suspender dapsona e iniciar anti-histamínicos

c-Suspender tratamento e iniciar talidomida 100-400mg/d até resolução

d-Manter tratamento  e iniciar prednisona 1 a 2mg/kg/dia

e-Manter tratamento e aguardar melhora, já que na maioria ela é espontânea

 

Respostas de Hanseníase

1-D

2-D

3-C

4-C

5-C

6-A

7-B

8-B

9-E

10-A

11-E

12-C

13-E

14-E

15-D